quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Para lá do Marão...

É mais uma manhã de Dezembro em Trás-os-Montes...
Já passaram quase 3 meses que faço a minha vida de 2ª a 6ª feira para lá do Marão.
Acordo lentamente com o serviço de despertar do telefone da estalagem.
Na televisão, está a transmitir o programa matutino da RTP 1, com todas as informações
sobre o transito em Lisboa e no Porto...
"passagem pelo IC-19 entre cacém e queluz que como habitualmente já tem fila desde mem-martins"
"Acidente nos cabos d'avila e uma nota para a recta do Dafundo, também com transito"
"No Porto, saída da A-44 para o Ic-1 com fila desde a saida de valadares..."
"transito condicionado como habitualmente, entre o nó da Afurada,Campo Alegre e Bessa Leite"
"Pela ponte do freixo, acidente na faixa da esquerda,criando filas lentas desde o nó da A-29"...
E eu, levanto-me as 8h00m, para ir tranquilamente tomar o pequeno almoço...
Antes de tomar banho,olho pela janela;os campos verdes que rodeiam o edificio, estão brancos,
quase como se fosse ainda o reflexo da lua que já se fora umas horas atrás...
Agora, existe um manto de nebelina sobre Vila Real, onde se vislumbra o topo do Marão com as suas antenas e o Alvão com os seus moinhos do sec xxi, os aerogeradores.
Preparo a minha pasta de trabalho e desligo o portátil.Hoje tenho visitas em Mirandela;
tenho hoje e amanhã para encerrar aquela zona, faltam poucos clientes,portanto sexta-feira regresso ainda cedo ao Porto...
Depois de tomar o pequeno-almoço, dirigo-me a cozinha no sentido de pedir que me encham a garrafa de "Luso" que trago comigo, com água quente.Os vidros do carro tem gelo, e só assim é que consigo desfazer-me dele.uma garrafa não chega,vou pedir mais um pouco...
Carro ligado; o sol já brilha intensamente,o termómetro marca -4 graus...
dirigo-me ao IP-4 e tranquilamente subo até Mirandela.As carrinhas e camiões,galgam o IP com força e preserverança,alguns matricula portuguesa,outros francesa....a ida,o regresso,o movimento constante...
Mais logo, irei jantar na estalagem.
Estou cansado e preciso de relaxar,pois anda tudo muito confuso lá para o Porto
Ainda pensei em telefonar-te para vêr se me acompanhavas numa feijoada de lebre,mas estás longe,muito longe...
Amanhã,mais um dia.destino?
será concerteza Trás-os-Montes,sempre Trás-os-Montes...
O Porto,brevemente....um destes dias.

Amitab(Mito) 2008

1 comentário:

paula disse...

...espero-te
lá na quinta,

quando chegares,
esperam-te as boas-vindas,
com um bom jantar acompanhado de um daqueles tintos da terra,
que tão bem conheces e aprecias,

ao calor do fogo,
poremos as conversas em dia,
e contaremos as nossas histórias
que aquecem sempre um bom serão,

depois mostro-te as minhas telas e tu compreendes-me,

ao sabor de um "jameson",
ofereceremos os nossos ombros como sempre,


...se for esse o destino

** se for verão, repetimos a história mas no alpendre, ao som da música que vem da sala
e com os cheiros das ervas aromáticas ;-)